terça-feira, 3 de julho de 2012

Livros em linha muda para um novo endereço


O blogue da BME, Livros em Linha, vai ser desativado neste endereço. A partir de agora poderá continuar a acompanhar-nos no Wordpress. Clique aqui para aceder à nossa nova morada.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Os escaldantes "Juanito e seus muchachos" na BME

No passado dia 13 de junho, a Biblioteca Municipal trouxe às suas instalações uma peça de teatro intitulada Juanito e seus muchachos.
Este espetáculo, além de educativo, incentivando as crianças à leitura, abordou, também, aspetos relevantes ao nível da geografia e da etnografia. A peça, cuja ação se desenrola no México, país da América Central, de clima quente e gentes alegres e destemidas, proporcionou momentos de alegria e grande entusiasmo às nossas crianças. Foi uma manhã animada a que não faltou música, dança e adereços alusivos às tradições mexicanas que nos fizeram viajar até ao México. No palco proliferaram os catos característicos das paisagens mexicanas, os sombreros, chapéus coloridos de grandes abas, e os ponchos tradicionais.
Durante o espetáculo as crianças responderam ao desafio proposto pelas personagens, dançando e cantando em conjunto o refrão das várias melodias acompanhadas à viola pelo hilariante Pablo.
Moral da história: Juanito, que parecia ser um pistoleiro cruel e misterioso, revelou-se, no final da história, um bailarino que apenas tentava ensaiar, às escondidas, a coreografia para o seu novo espetáculo “Juanito e seus muchachos”.   
Este projeto, da responsabilidade do grupo Além Sonho, destinou-se às crianças do 1º Ciclo do E. B. do nosso concelho. Estiveram presentes 80 crianças acompanhadas pelos seus professores e auxiliares de ação educativa.


terça-feira, 5 de junho de 2012

O teatro “Juanito e seus Muchachos” vem à BME

No próximo dia 13, a BME tem teatro para os mais pequenos, com a peça Juanito e  seus muchachos. Nunca o México esteve tão perto… assim como o seu calor e os seus sons caraterísticos. Iremos conhecer Juanito, que se faz acompanhar habitualmente pelos seus muchachos. Todos tremem só de ouvir o seu nome, mas as aparências iludem e nem tudo o que parece é. Uma coisa é certa: dança, música, animação e situações inesperadas não faltarão neste dia. Hasta la vista!

Este espetáculo é produzido e apresentado pelo grupo Além Sonho e destina-se às crianças do 1º ciclo EB, segundo marcação prévia com os estabelecimentos de ensino do nosso concelho.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

terça-feira, 29 de maio de 2012

As emoções estiveram ao rubro com o “Ouvir o falar das letras”

Hoje, dia 29 de maio, a Biblioteca Municipal pôde brindar os mais pequeninos com as histórias contadas pela grande contadora Ana Mourato. Nesta ação de animação da leitura a contadora procurou, através das histórias, suscitar o prazer em ouvir e sentir o que nos contam as letras, despertando o interesse nos pequenos ouvintes pela leitura. Através do livro intitulado Pinguim, cujo valor simbólico do conteúdo patente ao longo das suas páginas, deram às crianças a possibilidade de criar um ambiente carregado de emoções e descobertas. Foram praticados vários momentos de expressão corporal e mimica. Tinha tudo a ver com a história do pinguim, como é óbvio não falava, mas no seu coraçãozinho havia muito amor e amizade. No final, foi feito um pequeno jogo, em que a contadora entregou a todas as crianças um cartão ilustrado com a finalidade de identificarem a expressão da imagem e que sensação lhes transmitia: tristeza, alegria ou aborrecimento. Estiveram presentes ao todo 43 crianças dos Jardins-de-infância e respetivos educadores e auxiliares.

 

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Mais uma vez jogou-se na BME o Bibliotrivial

Nos dias 24 e 25 de maio foram realizadas, na Biblioteca, várias sessões do jogo, educativo e divertido, Bibliotrivial. Esta atividade foi construída pelos técnicos da BME e tem por base os jogos familiares Trivial Pursuit e Party, mas neste caso, trata-se de um jogo em formato gigante que aborda vários conteúdos do programa do 1º ciclo do ensino básico. Esta atividade funciona como complemento, reforço e revisão da matéria lecionada na Escola (Estudo do Meio, Matemática e Português) abordando, também, conteúdos relativos à Literatura Infantil e à nossa História Local. Este projeto, tendo como base um jogo, proporcionou grandes momentos de animação e divertimento reforçando um dos aspetos que fazem parte de um jogo: saber perder com fair play, travando nas crianças a emoção típica do vencedor. Para além do saber individual, criou-se um espírito de equipa, pois as crianças concorriam divididas em grupos, espírito esse, que estabelece os laços fundamentais da união de esforços. Ao todo estiveram presentes cerca de 100 crianças, acompanhadas dos respetivos professores.
  


quarta-feira, 23 de maio de 2012

“Ouvir o falar das letras” está de volta à BME

No próximo dia 29 de maio a Biblioteca Municipal apresentará, mais uma vez, o ateliê Ouvir o falar das letras. Este projeto procura, através das histórias, suscitar o prazer em ouvir e sentir o que nos contam as letras. Procura, de igual modo, despertar na criança o interesse pela obra literária. Os contos, com o riquíssimo valor simbólico dos seus conteúdos, ao longo das páginas, dão às crianças a possibilidade de criar um ambiente de fantasia carregado de emoções, mobilizando a criatividade através da expressão artística.
Vão realizar-se duas sessões, uma no período da manhã e outra no da tarde, que se destinam às crianças dos Jardins de Infância do concelho, segundo marcação prévia.

O saco mágico dos livros regressou à BME

O saco mágico dos livros regressou à BME no passado dia 18, 6ª feira, tendo proporcionado a 24 crianças do Jardim de Infância, uma viagem fantástica pelo universo das histórias.

A atividade começou com a apresentação e leitura de alguns livros retirados do saco mágico dos livros que, num primeiro momento, é o ponto de partida para a realização de um jogo pedagógico, em que as crianças relacionaram cartões distribuídos pelo contador com o respetivo livro.

Para complementar a atividade, posteriormente, as crianças realizaram um trabalho de expressão plástica, onde coloriram algumas personagens das histórias trabalhadas.

Para terminar foi contada a divertida história A toupeira que queria saber quem lhe fizera aquilo na cabeça.









terça-feira, 22 de maio de 2012

A Biblioteca de Mala Aviada passou pela BME

No passado dia 17 de maio de 2012, 5ª-feira, decorreu na BME a atividade Biblioteca de Mala Aviada. De uma velha mala de viagem, a contadora tirou um  livro e nasceu uma história.  Desta vez, era a Mala da Ervilha, e daí saiu a célebre história da Princesa e a Ervilha de Hans Christian Andersen, através da qual, com a ajuda de objetos e acessórios relacionados com a história, a contadora recriou  este fantástico conto no reino da fantasia, ou seja, no imaginário dos presentes.
De seguida foi realizado um ateliê, onde as crianças tiveram a possibilidade de criar os seus próprios príncipes e princesas, partindo de imagens fornecidas pela contadora.
Para terminar a sessão, foi contada a história o Ponto, cuja finalidade foi a de promover, nas crianças, um espírito criativo e demonstrando que tanto um ponto como uma ervilha, podem ser o começo para uma história ou obra de arte.
Nesta atividade participaram 46 crianças do 1º ciclo EB das escolas do concelho, divididos por 2 sessões.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

O Bibliotrivial está de volta à BME

Nos dias 24 e 25 de maio vai realizar-se na Biblioteca Municipal o ateliê Bibliotrivial. Trata-se de um jogo educativo, em formato gigante e tem como base os jogos familiares Trivial Pursuit e Party. Este jogo aborda conteúdos do programa do 1º ciclo do Ensino Básico e pretende funcionar como uma atividade complementar de consolidação dos conhecimentos programáticos lecionados (Estudo do Meio, Matemática e Português). Este jogo didático aborda principalmente a nossa história local e a literatura infantil a par de outras matérias.
O Bibliotrivial é dinamizado pelos técnicos da BME e tem como destinatários as crianças do 1º Ciclo EB, segundo marcação prévias com os estabelecimentos de ensino.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Concurso Histórias à Solta


O Concurso Histórias à Solta decorreu nos meses de fevereiro e março de 2012, tendo chegado o momento da revelação dos grandes vencedores.
Foram 225 as crianças que participaram com os seus trabalhos e nos surpreenderam com o seu talento. Gostaríamos de poder premiar todos os participantes porque, para nós, todos foram verdadeiros vencedores, pelo que todos irão receber um diploma de participação.
Para os três melhores trabalhados de cada escalão a Câmara Municipal do Entroncamento tem uma pequena lembrança, com a qual procura incentivar o gosto pela leitura. Aos três primeiros classificados de cada escalão serão oferecidos livros aconselhados pelo Plano Nacional de Leitura, sendo que outros trabalhos finalistas irão receber uma menção honrosa. É apenas um pequeno passo, mas que poderá ser o início de uma grande caminhada, que se pretende dure toda a vida porque ler é conhecer o mundo que nos rodeia.
Assim, os premiados do 2º Concurso Histórias à Solta subordinado ao tema Os Contos Infantis nos Tempos Modernos foram:

1º Escalão
1º Prémio – Bianca Gonçalves, O patinho feio mora na cidade
2º Prémio – João Bernardo, A Branca de neve e os sete anões
3º Prémio – Maria Chambel Dias, Capuchinho Vermelho

2º Escalão
1º Prémio – Leonor Lucas Gaspar, A lebre e a Tartaruga
2º Prémio – Matilde Antunes Dias Bento, A Branca de Neve e os sete anões
3º Prémio – Sofia Alexandre Cambino Martins, A Carochinha

3º Escalão
1º Prémio – Daniela Martinho, Cinderela
2º Prémio – João Periquito da Fonseca, A Bela e o Monstro no século XXI
3º Prémio – Maria Inês Mourão, A Gata Borralheira

Parabéns a todos!

A BME vai ao Centro de Convívio II

No dia 17 de abril, arrancou o segundo projeto da Biblioteca Municipal do Entroncamento para o Centro de Convívio com a colaboração ativa e indispensável do Centro de Saúde do Entroncamento, através da sua UCC (Unidade de cuidados na comunidade) enquadrada no programa REVIVER.
Neste projeto abordam-se temas importantes para o aumento da qualidade de vida e da autoestima da população idosa que usufrui diariamente do espaço do Centro de Convívio.
Baseado neste objetivo, a BME e a UCC estão a organizar sessões de esclarecimento aos utentes, alusivas ao tema:

- «Comer bem, para viver melhor!».

Estas sessões formativas, abordam os seguintes subtemas:
·         A importância de comer corretamente;
·         Alimentação saudável, mitos alimentares e ementas saudáveis e económicas;
·         Higiene e conservação de alimentos;
·         Métodos de culinária corretos;
·         Solidão, isolamento social e prevenção da depressão na pessoa idosa;
·        Recomendações alimentares: diabetes, hipertensão arterial e hipercolesterolemia (colesterol elevado);
·        Dietas alimentares para doenças específicas;
·        Primeiros socorros;
·        Cuidados a ter com:
- feridas, queimaduras, hemorragias, asfixia, entorse, fraturas, desmaios, convulsões, hipoglicemia, hipertensão e hipotensão.

Assim, quatro destas sessões formativas, são garantidas por técnicas especializadas (nutricionista, enfermeira e psicóloga) que abordarão a temática anteriormente descrita.
O projeto tem a duração de três meses e contará com um total de sete momentos formativos, que decorrem no espaço do Centro de Convívio da Terceira Idade.


sexta-feira, 11 de maio de 2012

Salta-pocinhas na BME


No passado dia 9 de Maio, a raposa Salta-Pocinhas encantou a BME, com a sua esperteza e astúcia, perante os obstáculos que a vida lhe colocou desde que sua mãe a “obrigou” a viver sozinha. Nesta aventura de enfrentar o mundo sozinha pela primeira vez, também lhe trouxe encanto e colorido à vida da raposinha. As peripécias que viveu com o texugo, o lobo, o bufo real, o gato selvagem e o urso Mariana foram uma maneira de se enquadrar na sua vida fora da casa da família.

A atividade contou com uma audiência animada e participativa de 80 alunos das escolas 1º ciclo do concelho, tendo a dinamização da história estado a cargo do grupo de teatro Pinto Pançudo


quarta-feira, 9 de maio de 2012

Biblioteca de Mala Aviada na BME

No dia 17 de maio, a BME receberá nas suas instalações, o ateliê Biblioteca de Mala Aviada. Este projeto itinerante insere-se no universo da mediação do livro e da leitura e da educação pela arte. A partir de livros que estão deitados dentro de malas antigas, esta biblioteca, pequeníssima mas muito viva, contém alimento para a fome ou a vontade de ler livros de uma outra maneira. Cada mala contém um tema  representado por livros, objetos e atividades relativas ao assunto aí tratado. Neste trio: livro, objeto e atividade, em que se baseia o projeto, explora-se as potencialidades do conteúdo dos livros, que pretendem que estes sejam, dinâmicos e interativos.
Este ateliê é dirigido aos alunos do 1º Ciclo EB das escolas do concelho.

terça-feira, 8 de maio de 2012

O romance da raposa

É já amanhã, que a biblioteca irá apresentar o teatro O romance da raposa. A peça consiste na raposeta pintalgreta Salta-Pocinhas, senhora de muita treta, que se vê confrontada por seus pais com a necessidade de os deixar e criar o seu próprio lar. Pouco entusiasmada, vai aprendendo e reaprendendo a conseguir o seu sustento com atitudes menos dignas, mas que não deixam de nos encantar. Com a astúcia que caracteriza esta espécie animal, consegue ludibriar o grande lobo, fugir aos perigos do bicho-homem e chega mesmo a formar uma escola para ensinar raposinhos a arte da sobrevivência, em troca de algum alimento. A atividade destina-se a crianças do 1º ciclo EB, segundo marcação prévia com as escolas.

Ateliê Saco mágico dos livros


Nos dias 3/4 de maio de 2012, decorreu na BME o ateliê Saco mágico dos livros, que proporcionou momentos de alegria e diversão às 68 crianças dos Jardins de Infância do Entroncamento que visitaram a biblioteca.
A ação iniciou-se com o animador a colocar livros em exposição, um a um, apresentando-os individualmente e lendo as respetivas histórias.
Depois da leitura foi a vez de se realizar o jogo "A que livro pertenço?", jogo este que consistia em extrair da bolsa dos livros, cartões com personagens e ações das histórias, que as crianças relacionaram as respetivas histórias.
No final do jogo, e para culminar o ateliê, as crianças pintaram uma ficha, com algumas personagens das histórias trabalhadas anteriormente.
Após terminarem, as crianças levaram os desenhos para casa, assim como uma lembrança enquadrada no Dia da mãe, para oferecerem às suas mães.




quarta-feira, 2 de maio de 2012

O saco mágico dos livros regressa à BME


Nos próximos dias 3 e 4 de maio a Biblioteca Municipal apresentará, aos mais pequenos, o ateliê «O saco mágico dos livros».
Nesta atividade há um saco mágico, dele saiem histórias e personagens que nos envolvem na sua fantasia. Estes livros vão sendo lidos pelo animador e serão, posteriormente, alvo de uma atividade interativa no decorrer da sessão, em que as crianças terão que identificar as personagens intervenientes nas histórias e tentar relacioná-las com os livros apresentados.
Para terminar a sessão, será elaborado um trabalho de expressão plástica.
Este ateliê é destinado às crianças do Jardim de Infância das escolas do concelho.
A nossa seleção maio 2012

segunda-feira, 30 de abril de 2012

BME comemorou o Dia da Liberdade

Nos dias 26 e 27 de abril, a BME, comemorou o Dia da Liberdade, com o ateliê o 25 de abril em 25 perguntas. O objetivo do ateliê foi recordar a revolução de 1974, história de um passado bem recente, recuando aos anos do Estado Novo e da ditadura, regime este, que vigorou em Portugal de 1926 até 1974. Como resultado da revolução de 25 de abril, os portugueses tiveram, finalmente, um dos bens mais preciosos que se pode aspirar: a liberdade de expressão. Ao longo da atividade foi dado a conhecer ao grupo, numa apresentação interativa, o contexto em que se desenvolveu a revolta dos capitães de Abril, a forma pacífica como estes a levaram a bom termo e as principais consequências desta para a vida dos portugueses. Após a apresentação, as crianças foram convidadas a visionarem um pequeno filme com as imagens dos principais acontecimentos ocorridos no dia 25 de abril de 1974. Por fim, e já em equipa, as crianças realizaram um jogo em que tiveram de mostrar os seus conhecimentos sobre o tema, reforçados pela apresentação efetuada neste ateliê. Para finalizar, desenharam murais alusivos à Revolução dos Cravos. Esta atividade contou com a participação de 82 crianças das escolas do ensino básico do concelho.